Ciência utiliza método inovador capaz de transformar plástico em combustível

CIO-SE 18 junho 2021 - 09:14

Uma nova descoberta tem gerado grandes repercussões no universo científico. Recentemente foram feitos testes em laboratório e cientistas do Grupo de Inovação de Plásticos da Universidade de Delaware conseguiram converter plástico de sacolas e garrafas em produtos de origem fóssil que podem ser utilizados como combustível ou lubrificante.

A novidade contribui para a chamada “economia circular”, que consiste em reaproveitar produtos que aparentemente não possuem mais utilidade para gerar algo novo. Assim, aquilo que foi descartado pode ser utilizado por diversas vezes e fazer parte desse processo cíclico de reaproveitamento.

O novo método consiste em misturar resíduos plásticos com outros produtos a uma temperatura de 250°C. Para realizar esse processo, os cientistas estadunidenses fazem uso de um procedimento químico chamado de hidrocraqueamento, que basicamente é a quebra de substâncias sólidas do plástico em partículas menores de carbono. Após essa etapa é adicionado moléculas de hidrogênio, responsável por equilibrar o  produto para posterior uso.

Todo esse processo só é possível através da utilização da tecnologia de  catalisadores que conseguem rapidez e agilidade ao acelerar as reações químicas. O uso combinado dos catalisadores consegue derreter o plástico em toda sua totalidade, sem deixar nenhum resíduo. Essa descoberta inovadora abre espaço para que possamos imaginar como a tecnologia pode ser inserida em processos grandes que trarão vantagens indiscutíveis.

Entre os principais benefícios dessa inovação temos evidentemente a redução da poluição ambiental, sendo esse um dos problemas sofridos pelo planeta há muito tempo e que precisa ser combatido com certa urgência. Além disso, o resultado oferecido por essa transformação movimenta positivamente a economia ao produzir combustíveis utilizáveis.

Esperamos positivamente que cada vez mais descobertas inovadoras como esta sejam crescentes em nosso meio. É irrefutável que a tecnologia está disponível para a humanidade a fim de produzir resultados positivos que transformarão os processos como um todo. 

 

Fonte: Portal R7