Segundo a Microsoft, mensagens de spam seguem sendo um grande problema para os clientes do Outlook.com. A fabricante do Windows revelou um número impressionante: bloqueia 10 milhões de mensagens de propaganda indevida por minuto; mais de 14 bilhões de e-mails bloqueados também diariamente. A ideia do anúncio é discutir o perigo que este tipo de correio eletrônico pode causar.

Segundo a companhia, inclusive, muitos funcionários da empresa vêm sendo alvo de campanhas de phishing, que visam interceptar dados para ter acesso a recursos internos. Para evitar problemas, a Microsoft está melhorando o seu Exchange Online Protection, sistema que custa US$ 1 (cerca de R$ 2,45) por mês e promete proteção online para os usuários de e-mail Hotmail, Outlook e Live.
saiba mais

Agora, ele tem um sistema de proteção em camadas. Primeiro, uma técnica de filtragem bloqueia e-mails de IPs com reputação baixa. Depois, eles são filtrados pela reputação do endereço de e-mail do remetente, no caso de newslatters. Além disso, ele tem diversas técnicas para analisar o conteúdo de e-mail, e sinalizar também para os usuários que se trata de um possível spam.

A Microsoft vem implantando diversos sistemas de autenticação para acesso aos seus servidores e também de comunicação entre eles e os usuários. A expansão física também deve acontecer em breve. Os responsáveis pela área garantem que haverá mais datacenters construídos em várias regiões.

Mas, a companhia pede a ajuda do usuário para melhorar ainda mais a sua experiência. A Microsoft pede que o usuário reporte casos de spam e malware, permita o filtro de e-mails de propaganda e, principalmente, preste atenção a detalhes simples, mas importantes. Um deles, por exemplo, é de quando instalar programas, evitar instalar add-ons que instalam malware no seu computador.

Fonte: Techtudo